Acesse o SIC - Sistema Interativo Cliente

Uso do farol baixo causa dúvida entre motoristas. Saiba onde é obrigatório

Categoria - Notícias

Autor: Portal G1 - g1.globo.com - 14/07/2016

Uso do farol baixo causa dúvida entre motoristas; saiba onde é obrigatório

Farol é exigido em vias urbanas de Sorocaba com administração estadual.
Obrigação também é válida em parte da principal avenida de Votorantim.

-

A obrigatoriedade do uso do farol baixo durante o dia em rodovias, que está em vigor desde o dia 8 de julho, está causando confusão entre motoristas da região de Sorocaba (SP) e Jundiaí (SP). Isso porque, além das estradas, algumas vias urbanas também exigem o uso do farol. Apesar de serem consideradas vias locais por quem dirige no dia-a-dia, essas avenidas são de responsabilidade estadual.

 

De acordo com a Urbes, responsável pelo trânsito na cidade, o trecho da Avenida São Paulo que sai da Rodovia Raposo Tavares até a Avenida Sadrac de Arruda (no acesso para a Avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes), por exemplo, é de circunscrição estadual.

O mesmo acontece em trechos da Avenida Independência, na região do Éden, e na Avenida Paraná, nas marginais da Rodovia Raposo Tavares e nas rodovias Senador José Ermírio de Moraes (conhecida como Castelinho) e Hemerenciano Prestes de Barros (do Parque São Bento até a Cruz de Ferro).

Ainda segundo a Urbes, não há obrigatoriedade do uso dos faróis baixos acesos durante o dia nas avenidas Dom Aguirre, Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, Armando Pannunzio, Itavuvu e Ipanema.

Nem na Avenida Comendador Pereira Inácio, que liga Sorocaba a Votorantim, o uso do farol é obrigatório. Apesar da via ter aparência de rodovia, ela possui administração municipal.

Confira a lista de vias
Uso obrigatório:
- Avenida Paraná
- Avenida Independência (desde Itu até o viaduto da Castelinho próximo à prefeitura)
- Avenida São Paulo (desde a Raposo Tavares até a Av. Sadrac de Arruda)
- Rodovia Hemerenciano Prestes de Barros (do Parque São Bento até a Cruz de Ferro)
- Rodovia Raposo Tavares (e suas marginais)
- Rodovia Senador José Ermírio de Moraes, a Castelinho

Não obrigatório: Avenidas Dom Aguirre, Carlos Reinaldo Mendes, Pereira Inácio, Armando Pannunzio, Itavuvu e Ipanema.

Votorantim
Apesar de mensagens no Whatsapp orientarem o motorista a trafegar com farol aceso por toda a avenida 31 de Março, a obrigatoriedade começa apenas a partir da rotatória após o centro comercial da cidade, no sentido para quem segue para Tapiraí, segundo informou a prefeitura.

Entretanto, um trecho de apenas 800 metros pode pegar de surpresa o motorista que vai de Sorocaba a Votorantim pela Av. 31 de Março. A estrada sem nome que liga a via à avenida Carlos Pinto Nascimento, ao lado do Sesi, pertence ao Departamento de Estradas e Rodagem. Por conta disso, o motorista deve trafegar com o farol baixo aceso, caso contrário, pode ser multado pela Polícia Rodoviária.

Exigências
Desde a última sexta-feira (8), é obrigatório andar com os faróis acesos, mesmo durante o dia, em estradas. O descumprimento é considerado infração média, com 4 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 85,13, que passará para R$ 130,16 em novembro próximo.

A lei só fala em rodovias. Fora das estradas, o farol baixo é exigido para todos os veículos somente à noite e em túneis com iluminação pública (nos que não têm iluminação deve-se usar luz alta). A exceção são as motos, que precisam circular com a luz acesa o tempo todo e em todos os lugares.

É importante ainda o motorista não confundir o farol baixo, normalmente chamam de farol, com a lanterna, uma luz mais fraca. Segundo o Detran-SP, a lanterna só deve ser usada a noite durante embarque ou desembarque ou de dia sob chuva forte, neblina ou cerração (neste caso também é válido o farol baixo). Há ainda o farol alto, que só deve ser usado em locais onde não há nenhuma iluminação e, ainda assim, precisa ser desativado quando outro veículo vier no sentido contrário.

Fonte: g1.globo.com

Link: http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2016/07/uso-do-farol-baixo-e-obrigatorio-em-avenidas-de-sorocaba-saiba-quais.html